27 de fev de 2012

FALANGE MISSIONARIAS YURICYS ...




Falange Missionária Yuricy


Quando em Delfos, Pitya escolhia jovens, cujos maridos estavam nas guerras, para auxiliá-la em sua missão. Eram as Yuricys - Flores do Campo, na linguagem indígena , que socorriam famílias desgarradas de suas tribos e os combatentes nas planícies macedônicas e peloponense. Uma delas, a Primeira Yuricy, Indígena do Espaço, enviada de outros planos, era a Mestre da Ordem das Yuricys. Todavia, como não incorporavam nem profetizavam, Pitya recomendou que fossem preparadas as Muruaicys e Jaçanãs, moças fugidas do assalto de tropas mercenárias, que teriam a missão de fazer as profecias no Templo de Apolo. Na atualidade, no Vale do Amanhecer, Tia Neiva formou a Falange de Yuricy, sob a condução do Adjunto Yuricy, Mestre Maria Edelves Couto dos Reis, inicialmente composta somente por Ninfas Sol. Mais tarde, foi formada a falange de Ninfas Lua. Em agosto de 1998, o Adjunto Yuricy solicitou e os Trinos Triada concordaram em dotar a falange de um Adjunto de Apoio, sendo a missão confiada ao Adjunto Aratuso, Mestre Valdeck Caldas Braga. Os prefixos são Eskra, para a Sol, e Eska, para a Lua. Foram consagradas: as Sol, em 1-5-1979, e as Lua em 1-5-1982.


Às 2 horas do dia 29 de setembro de 2005, o Adjunto Yuricy, Mestre Edelves, aos 84 anos, após quase um mês de internação hospitalar, desencarnou, por falência múltipla de seus órgãos vitais, sendo velada no Templo e enterrada, às 18 horas do mesmo dia, em Planaltina, DF. É de se ressaltar que ela vinha fazendo, havia anos, o retiro na 5ª feira, e o dia em que morreu, foi homenageada no Templo, onde permaneceu até as 17 horas, foi uma 5ª feira!


O Adjunto Yuricy foi substituído por uma Regente, Ninfa Iria que foi consagrada, em 30 de abril de 2006, como a 1ª Yuricy Sol.


NINFA SOL EDELVES, O ADJUNTO YURICY


“O Adjunto Yuricy Koatay 108, Mestre Edelves, é, na contagem hierárquica, igual e se posiciona junto aos outros Adjuntos Koatay 108 Arcanos Rama 2.000, nos seus direitos e deveres, pois fizeram o mesmo juramento e têm a mesma lei. A Ninfa Adjuração Mestre Edelves representa o Ministro Yuricy - a força do amor e a ternura. É um Adjunto Maior, que pode e deve agir por si, na individualidade, de acordo com a Lei do Adjunto Koatay 108 Arcanos Rama 2.000. É uma mestre ligada aos grandes desenvolvimentos! Ela não depende da Falange das Yuricys. Estas, sim, é que dependem e devem estar harmonizadas com seu Adjunto Yuricy. Mestre Edelves não terá Sétimos Raios. Ela é um Adjunto Maior e concentra em si todo o potencial de forças, energias e heranças transcendentais de um Adjunto de povo. Ela é o Adjunto e tem todo um acervo de conhecimentos, de conduta e amor. Terá suas Regentes, que deverão estar sempre em sintonia com seu Adjunto. Na ausência de Mestre Edelves, elas representam o Adjunto e, assim, todos os rituais e Sandays serão sempre realizados com precisão e em perfeita ordem e lei. O mesmo acontece com as Ninfas Adjuração Missionárias Yuricys, que serão designadas pelo próprio Adjunto Yuricy, isto no que se refere a rituais e Sandays. As Ninfas Luas Missionárias Yuricys têm por missão especial representar Koatay 108 nos rituais e podem participar das cortes.


Os Príncipes Mayas têm os seus Adjuntos de origem, mas são missionários de Adjunto Yuricy e têm o dever de estarem harmonizados com o Adjunto Yuricy e seguirem suas escalas de trabalho.


Mestre Edelves tem potencial de energia e forças doutrinárias e, com seu amor, tem todo um acervo de dedicação e a capacidade para coordenar e comandar as Falanges Missionárias Yuricys, que lhe foram confiadas por Pai Seta Branca. Além das obrigações e deveres de uma Adjunto Koatay 108, Herdeiro Triada Harpásios, 7º Raio Adjuração Arcanos Rama 2.000, contidos na Lei, o Adjunto Yuricy tem as seguintes atribuições: Grandes desenvolvimentos; designar mediunidades; responsável pelo Oráculo de Simiromba (deve estar presente nos rituais do Oráculo ou colocar uma sua representante, verificar se tudo está em ordem, estar atenta para que haja a manutenção do ritual nos dias e horários prescritos pela Lei e deixar que o comandante realize o trabalho naturalmente, dando-lhe, se for solicitada, as informações sobre o ritual); estar presente ou estar representada em todos os rituais e Sandays que exigirem Yuricys; fazer a cultura das ninfas missionárias para serem Jandas, que serão preparadas para todos os rituais e evocações.


Por enquanto, estou designando as Ninfas Yuricys Julia Dorneles e Rosa para serem Jandas.


Lembremo-nos sempre que estamos a remover séculos em busca das Raízes que deixamos e abraçamos o que deixaram os nossos antepassados nos altos planos dos céus: eis a única forma de favorecermos a paz em nossos corações. Todos juntos, formamos uma grande força - formamos um Continente! Todos com suas atribuições e deveres, assumimos, por amor, esta singular missão, e é impregnado do mais puro amor incondicional que cada um deve respeitar a individualidade dos outros, uma vez que Lei é Lei, e ela existe para todos. Somos Jaguares do Terceiro Milênio, meus filhos, e o que transmito a vocês eu recebo de Deus, do Pai Seta Branca, em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo.


O Adjunto Koatay 108, Herdeiro Triada Harpásios, 7º Raio Adjuração Arcanos Rama 2.000 tem maiores poderes e de seu plexo saem focos luminosos de luz curadora e desobsessiva. Dependendo de sua mente, de sua sintonia, de sua conduta e do amor, humildade e tolerância, poderá emitir sua Força-Luz por todo este Universo, em Cristo Jesus. Realizará curas e dará paz aos desesperados apenas à sua passagem! Somente o amor e a humildade tornam o Homem iluminado! Este é o verdadeiro Mago do Evangelho, este é o meu verdadeiro filho! Este é o meu Adjunto Koatay 108, Herdeiro Triada Harpásios, 7º Raio Adjuração Arcanos Rama 2.000! Filha querida, Mestre Edelves, cumpra com amor o teu sacerdócio, a tua missão, em Cristo Jesus! Filha querida, Mestre Edelves, minha intenção era a de fazer uma cartinha, mas eu precisava lhe dizer que eu fiz o Doutrinador. Tantos anos de amor, de dedicação exclusiva e de trabalho constante para ter formado e poder contemplar, com felicidade, o Continente... Sou muito feliz mesmo, e me sinto realizada quando vejo tudo o que tenho e que tudo dei a vocês, com todo o meu amor. Mestre Edelves, eu queria lhe dizer que nosso Pai Seta Branca nunca gostou nem quis que eu doutrinasse ou comandasse.


E você, filha querida, não pode imaginar o que sinto quando te vejo realizando tudo isso em favor e pelo amor de nosso Pai Seta Branca, em Cristo Jesus! Minha ninfa doutrinadora e, mais, Adjunto Koatay 108, Herdeiro Triada Harpásios, 7º Raio Adjuração Arcanos Rama 2.000: eu quis lhe mostrar o quanto você me torna feliz e realizada. Sou sua Mãe Clarividente e a amo de modo especial.” (Tia Neiva, 8.10.85)


“Filhas: Todas as ninfas terão que entrar em escalas e, para tanto, precisarão passar por um treinamento com a Edelves. Designei minha filha Adjunto Yuricy Edelves bem como aos vossos Adjuntos Missionários Alufã e Adejã para que as conduzam ao desenvolvimento dos novos eventos, das novas atribuições.


Venho de um mundo onde as razões se encontram e não posso mais suportar o desamor que estamos dando à mediunidade. É preciso que a missionária se coloque em seu lugar e, para que isso aconteça, é necessário mais amor, mais tolerância e mais humildade. Minha filha, não há missão específica nem mesmo para as ninfas Aponaras, que são as ninfas dos Adjuntos Maiores. As responsabilidades de todas as falanges são muito sérias, além dos rituais da Iniciação Dharman Oxinto, Elevações, Batizados, Casamentos, etc. Em breve, faremos realizar no Aledá um trabalho onde sete ninfas irão incorporar o Pai Seta Branca, manifestações que irão durar cerca de vinte minutos, em ritual semelhante ao realizado pelos Mestres Ajanãs no Oráculo de Simiromba. Antes, porém, terão que passar por este desenvolvimento com a Edelves e, no final, serão consagradas e receberão uma placa, dada por mim, recebendo, assim, sua graduação.” (Tia Neiva, 11.3.83)


Chamavam-se Yuricy as viúvas ou noivas, ou melhor, as mulheres comprometidas com aqueles soldados mercenários, naquele mundo grego, nas imediações do Oráculo ou Santuário de Apolo. Por ordem de Pytia, a pitonisa de Delfos, cada reino ali mandava celebrar seus cultos e fazer suas oferendas, e algumas delas ficavam ali, preferindo servir a Pytia como um sacerdócio, recebendo, como missão, sua penetração ao lado dos reis para lhes ensinar tudo o que se sabia sobre o Deus Apolo.” (Tia Neiva, s/d)


“Mestre Adjunto Yuricy: Sua Lei é conduzir as ninfas até fazê-las uma Yuricy e distribuí-las para os Adjuntos, formando um canto universal. O Adjunto Yuricy deve estar alerta com todas as Yuricy onde estiverem colocadas, isto é, tomar conhecimento das escalas, saber o Adjunto escalado, se sua Yuricy é capaz de assumir a Yuricy Mestre. Tem, por Lei, que saber, acompanhar e alertar nos cantos, etc. Nas festas, todas deverão juntar-se à sua Mestre, que deverá sempre permanecer em seu posto mais elevado, como se tratasse de uma rainha. Sua corte é igual à do Adjunto. Leva sua morsa para onde quer que se locomova; transporta a pitonisa, se resguardando, sempre, em Dharman Oxinto. Em todos os rituais devem, sempre e por Lei, estarem presentes, porque todos os rituais têm a sua presença. O teu comportamento é a razão do teu Adjunto.” (Tia Neiva, s/d)


“Sobre as responsabilidades do Adjunto Yuricy, na Linha Indiana deste Amanhecer: O que me foi determinado e esclarecido por Tia Neiva, quando Pai Seta Branca me designou para esta missão, isto é, de início, foi escolher sete ninfas Adjuração que tivessem boa dicção e um coeficiente de inteligência apresentável, a fim de prepará-las não só para atender aos seus Adjuntos como para estarem sempre à frente de todos os trabalhos iniciáticos, como sejam: Receber a Escalada, à frente do Adjunto, por ocasião da entrega das forças; fazer os cantos nas aberturas da Unificação, do Turigano, nos Quadrantes e na Cruz do Caminho; conforme a Lei, nas Iniciações de Adjuração, dar assistência às incorporações de Pai Seta Branca nos Templos; no Leito Magnético e demais trabalhos onde se fizer necessária a presença da Yuricy; e, por fim, preparar todas as Adjurações dos seus Adjuntos para servi-los na linha missionária do Adjunto Yuricy.”


(Adjunto Yuricy, s/d)


“Pytia, embora divina, também era humana. Com o tempo e devido ao excesso de profecias, que lhe exigiam jejum de vários dias, Pytia, após cada oráculo, desfalecia e sua recuperação requeria vários dias de repouso. Daí a razão dela escolher jovens, cujos maridos estavam sempre nas guerras, para auxiliá-la em sua missão. Estas jovens - as Yuricys, que quer dizer Flor do Campo na linguagem indígena - percorriam as planícies gregas e macedônicas, socorrendo, sob sua inspiração, os soldados feridos em combate, as famílias desgarradas de suas tribos, etc. Uma delas, a Primeira Yuricy, indígena do Espaço, enviada de outros planos, era a Mestre da Ordem das Yuricys. Como elas não incorporavam nem profetizavam, Pytia, pressentindo a morte física, determinou que elas moldassem as Jaçanãs, que eram moças fugidas das tribos mercenárias, que teriam a missão de fazer as profecias do Templo de Apolo. Aqui estamos, com a mesma missão que recebemos um dia, em outros tempos: auxiliar, compreender e cuidar da nossa Clarividente.


Nossa missão já não é socorrer os soldados feridos fisicamente nos campos de batalha nem as famílias desgarradas, mas, sim, auxiliar, juntamente como os soldados do exército de Pai Seta Branca, a Humanidade, que se encontra perdida e ferida espiritualmente, numa batalha inglória pela posse das coisas materiais.” (Adjunto Yuricy, s/d)


Obs:Tumarã.


Salve Deus!


Canto das Yuricys:


Canto da Yuricy Sol:


Salve Deus! Cavaleiro da Lança Reino Central! Cavaleiro da Lança Vermelha! Cavaleiro da Lança Lilás! Cavaleiro da Lança Rósea! Meus respeitos com ternura, para entrarmos em sintonia. Jesus, esta é a hora precisa de nossas vidas! Venho, neste bendito momento, formar o nosso canto universal, para melhor servirmos nesta era. Quisera, Oh! Jesus, que as pérolas dos anjos e dos santos espíritos se harmonizassem no meu aton. Que as sete Estrelas do Oriente, na Estrela Sublimação, emitam os seus raios no canto da Yuricy, no triste Reino de Delfos. Minha Mãe Clarividente, responda aqui, neste mantra, os poderes de Akinaton, de Araken, dos Ramsés e de Amon-rá, seus eflúvios a brilhar, na sintonia desta força absoluta que vem de Deus Pai Todo Poderoso! Salve Deus!


Canto da abertura das forças pela ninfa Yuricy:


Salve Deus! Oh! Jesus, me consagre e me ionize na luz deste poder absoluto que vem de Deus Todo Poderoso! Venho trazer as duas espadas significativas do trabalho e do amor. Venho trazer, também, todo o magnetismo na projeção dos canais que me compete o poder desta emissão. Eu sou aquela, Jesus, a menor de tuas servas, que te pede e implora a tua misericórdia sobre todo o poder. Vem, Jesus! vem iluminar e imantrar estes filhos com a força absoluta deste poder iniciático! Oh! Divina Estrela do Céu! Oh! Sublimação! Oh! Perfeição! Que as forças se cruzem em contrário... que as forças se movimentem e que tudo, na tua perfeição, aceito e aprovado nas Leis do Auxílio! Unificação! Unificação, Jesus! Que os laços religiosos, doutrinários e filosóficos nesta unificação se entrelacem ao nosso ver... Sou Eu, Jesus, mais uma vez, a menor de tuas servas que emite e condena as forças contrárias, que não seja a força que vem de Deus Todo Poderoso. A tua força, Jesus, é o poder de Simiromba, nosso Pai! São os poderes das Princesas e dos Caboclos; são os poderes dos Nagôs, das Sereias e do Povo de Cachoeira! Pelo teu amor, emito o meu som silencioso, porque ainda sou mago do evangelho e porque ainda presa na força do Jaguar, irei penetrar e caminhar até que as forças se movimentem em benefício de toda a doutrina e de todas as religiões. Sou Eu, Jesus! Venho trazer o canto das Yuricys das matas e das campinas... Unificação! Unificação! Unificação no amor, na tolerância e na humildade do espírito presente, dos mansos de coração. Sinto!... Sinto que o nosso Amanhecer une todas as forças e, neste canto universal, emite os primeiros passos para a Unificação... Oh! Divina Estrela do Céu! Sete forças, sete raios de Araken! Grandeza infinita que se eleva e que, na minha pequena emissão, pretende chegar à altura que te convier... Oh! Senhor de todo o Universo! Neste momento eu peço a divina licença para entregar as forças que acabam de chegar aos Mestres Adjuntos, Trinos desta Consagração. E assim, Oh! Simiromba meu Pai, conceda-nos a graça deste Anodaê, desta Unificação, somente nos encantos do Amanhecer, na força decrescente de Koatay 108, minha Mãe Clarividente! Ouça, Jesus, de todo o meu ser, esta melodia universal que será, por todos os séculos, Jesus, o canto da Yuricy! Em nome do Pai, do Filho e do Espírito, por todos os séculos sem fim, Salve Deus!


No Turigano:


Salve Deus! Oh! Jesus, neste instante piso o solo do Turigano, fazendo presente no Santuário de Delfos o Deus de Apolo, unificado em Deus Pai Todo Poderoso. Deus Apolo! Delfos! Poderes encantados que me envolveram até aqui, para alcançar a nova era. É o pão nosso de cada dia, grandeza infinita deste Amanhecer! Faze com que eu seja o Jaguar medianeiro da conquista universal! Dai-nos, Senhor, o poder da mente e do centro nervoso, que é a misericórdia de te conhecer em Deus Pai Todo Poderoso. Parto com -0-// em Cristo Jesus. Salve Deus!


Pai Nosso da Yuricy:


Salve Deus! Oh! Jesus, Deus é espírito e eu a sua divina imagem! Sou sábia, pois expresso a sabedoria da mente infinita e tenho conhecimento de todas as coisas. Eu sou a vida, a saúde e sou encarnada. Oh! Bom Deus, caminho há centenas de anos para te encontrar! Subi as cordilheiras e desci as Planícies Macedônicas... Enfrentei o verde Peloponeso, atravessei a era Crística, unifiquei as forças, e me fiz amor em Cristo Jesus! Hoje, sou física novamente! Me expresso através do homem Jaguar, que ainda geme e chora pelo pão de cada dia, pelo progresso de nossas vidas materiais, para que possamos servir sem as preocupações de nossos obrigações neste mundo físico, em Deus Pai Todo Poderoso. Salve Deus!


Canto da Yuricy Lua:


Oh! Jesus, este é o meu canto, o canto da Yuricy na força bendita do luar! Lua! Divina força decrescente que imantra a terra, eflúvios luminosos no raiar de uma nova era! Jesus! Vivo a esperança da noite e do dia... Peço que desloquem as forças do céu em meu favor! Quero sentir o homem de minha tribo, o Mestre Jaguar! Sou, também, Ninfa Jaguar. Venho, Jesus, na minha individualidade, pedir os mantras luminosos para a última concentração neste ano de fechamento de uma era milenar. Jesus! Levaremos rosas de amor, enfeitaremos esta jornada, no desejo de um mundo melhor. Estarei sempre com -0-// em ti, Jesus querido. Salve Deus!


Obs.: as Yuricys usam o “primeiro canto” e o “segundo do meu primeiro canto” em algumas ocasiões, mas os citados cantos não são privativos das Yuricys.

Nenhum comentário: