9 de out de 2012

VIDEO

ESPIRITISMO E VEGETARIANISMO





ESPIRITISMO E VEGETARIANISMO

Este artigo  de Leandro Martins foi publicado na Revista "Espiritismo- Filosofia- Ciência- religião), Editora Eclipse-Ano 2- nº2). Aqui é possível ler duas posições sobre o assunto, a condenação e a defesa; bem como orientações importantes. Devemos lembrar que ser ou nao vegetariano é uma escolha íntima, dependendo da evolução, da consciência ou apenas da vontade. Boa leitura!


A alimentação sem a proteína animal sempre cria discussão, envolvendo médicos, nutricionistas, vegetarianos e espíritas. Estes últimos que que,mesmo  com grande parcela dos não comedores de carne, ainda ficam divididos. Alguns crêem que alimentar-se de carne não prejudica o espírito, e mais do que uma questão moral, é uma questão de sobrevivência. Outros acreditam justamente o contrário, afirmam que os mesmos nutrientes importantes encontrados na carne como proteínas, gordura, minerais ( ferro, zinco, potássio e fósforo, além de vitaminas ( complexo B) e nos peixes ( vitaminas A,D, e E) podem ser encontradas em outras  fontes de alimento. Do outro lado da discussão, estudiosos afirmam que não há implicação séria em ser onívoro ( onde o ser humano é naturalmente classificado) ou vegetariano. Depende apenas do gosto de cada pessoa e sua cultura alimentar.

O vegetariano alimenta-se basicamente de legumes, verduras e grãos, podendo estender-se a ser ovo-lacto- vegetariano, que como o nome já diz, consome também ovos, leite e seus derivados. O Espiritismo não proíbe o consumo de carne, apenas entende que para trabalhos que envolvam captação e manipulação de energias sutis não é recomendado o uso de alimentos pesados e de difícil digestão, como é o caso da care vermelha, ademais, devemos lembrar que Chico Xavier nunca deixou de alimentar-se de forma responsável, fazendo inclusive o uso de carne em suas refeições.
Dentro do Movimento Espírita há um grupo que segue fidedignamente os ensinos de Ramatis, extraídos principalmente do livro "A fisiologia da Alma"- Editora do Conhecimento, obra, e onde há um capítulo que fala exclusivamente sobre o vegetarianismo, e como ele favorece a purificação do espírito humano.
O respeito à vida animal é o principal ragumento usado pelos defensores da alimentação restritamente vegetariana. Somos todos filhos do mesmo Deus, embora, em níveis diferentes de evolução, de forma que não precisamos interromper outra forma de vida para manter a nossa. 
Nesta linha de pensamento podemos citar um depoimento da escritora Cinira Riedel de Figueredo, em artigo assinado para o site Sítio Vegetariano (www.vegetarianismo.com.br), de forma bastante enfática, o quão prejudicial para o espírito humano é o consumo de carne. "A carne não é um alimento destinado ao homem pela natureza. Disto adverte nosso espírito. Jamais se sentiria alguém atraído a comer carne se visse um cadáver esquartejado! Ninguém seria capaz de comer um pedaço de carne crua, como o faz um animal carnívoro. Somente depois de devidamente preparada, e dela tirada toda aquela impressão de vida que a animou, é que o homem de dispõe a comê-la".
Se analisarmos por este foco concordaremos com a estudiosa, pois todos os seres humanos já passaram pelos demais reinos de evolução da natureza, e se hoje estão em patamar evolutivo superior aos demais, para continuar a sua caminhada frente ao Sol Maior não deve se ater a comportamentos típicos dos antigos bárbaros que iniciaram sua História na Terra.

MAS A QUESTÃO É: COMER CARNE FAZ MAL AO ESPÍRITO?


Para o povo oriental faz mal sim; e acompanhando o pensamento de Ramatis, Osho nos convida a analisar a questão aos olhos da ciência calcada na evolução humana (From Death to Deathlessness, capítulo 32, questão 3) " Há milhões de pessoas  que nunca pensaram no vegetarianismo. Desde a infância elas contribuem para o assassinato de animais. Isto não é diferente do canibalismo. E, desde Charles Darwin, é um fato absolutamente científico que o ser humano evoluiu dos animais; então você está matando seus próprios antepassados, e os devorando com alegria. Não faça algo tão maldoso!" esta corrente de pensamento contra a alimentação com carne difundida por Ramatis e por Kardec tem influências orientais, como o budismo e o hinduísmo, mas ganha força entre os espíritas, e a tendência é que à medida que o planeta se espiritualiza o consumo de alimentos com carne diminua até se extinguir por completo entre os homens.


MAS E FICAR SEM COMER CARNE FAZ MAL A NOSSO CORPO?


Para responder a esta questão nos remeteremos ao amparo de Kardec através da Codificação para saber a posição dos espíritos. Na questão 723, ele pergunta aos espíritos superiores, e eis que e estes respondem :" Dada a vossa constituição física, a carne alimenta a carne, do contrário o homem perece. A lei da conservação lhe prescreve, como um dever, que mantenha suas forças e sua saúde, para cumprir a lei do trabalho. Ele, pois, tem que se alimentar conforme o reclame de sua organização". Porém, vegetarianos espíritas afirmam que não podem comer um irmão, em nível evolutivo inferior, mas irmão. Autores como Vítor Leonardo da Silva, que também é médico, dizem que se pensarmos por esta vertente, ão deveríamos nos alimentar então, pois o vegetal é um ser vivo, assim como qualquer animal.

O zoologista e especialista em comportamento humano, Desmond Moris, registrou este pequeno trecho em seu livro " O Contrato Animal",- Editora Record, o que acontece quando  alimentação vegetariana não é extremamente balanceada.
"Para aqueles que não estudaram o problema, isto pode ser difícil de entender. Legumes são mais baratos do que carne, mas o problema é equilibrar o consumo de legumes a fim de produzir, através humana, o equilíbrio de aminoácidos tão simplesmente oferecidos por qualquer pedaço de carne. Diferentes vegetais possuem diferentes aminoácidos essenciais, mas não a combinação certa: sem a combinação perfeita de todos os oito, nenhum deles produz o efeito necessário ao aparelho digestivo humano.
isso significa que, a fim de produzir uma refeição vegetariana saudável, é necessário atingir um equilíbrio sutil baseado em conhecimentos bioquímicos, empregando a mistura certa de elementos botânicos. Isto demanda paciência e habilidade e explica porque nas comunidades camponesas ignorantes, uma dieta, a inevitável dieta vegetariana causa tantas doenças sérias. No estado atual das coisas, uma dieta vegetariana equilibrada é essencialmente um fenômeno da classe média alta. Em contra- partida, uma dieta vegetariana adotada de maneira imperfeita pelo povo continua sendo mortífera."
A nutricionista Margarida Sampaio nos fala que carnes são as principais fontes de proteínas, porém não são as únicas. Elas podem ser encontradas na soja, no leite e seus derivados, e também nos ovos. mas deve haver cuidado em não deixar de se alimentar de proteínas, pois mesmo que os vegetarianos tenham uma boa alimentação, a falta delas pode causar inúmeras doenças como pelagra, beribéri, cirrose hepática, dentre outras bem sérias.
Os médiuns e as pessoas que estão passando por tratamento espiritual em Casa Espíritas são aconselhados a não ingerir carne vermelha enquanto durar a sessão ou nos dias de tratamento, para não afetar os fluidos que o médium doará e para que os fluidos recebidos tenham maior eficácia, mas nada que os impeça de comer o que lhes agrada. São apenas conselhos.
O espiritismo preza pelo livre- arbítrio, comer ou não carne é uma questão que só diz respeito à pessoa. ninguém, espírita ou não, tem o direito de impor ou condenar outrem apenas por consumir carne ou ser vegetariano.
Devemos apenas tomar a exemplo de Jesus, que era vegetariano, mas nunca condenou ninguém por comer carne. lembremos dele em Mateus, cap. 15 e versículo 11:" não é o que entra pela boca que contamina o homem; mas o que sai da boca, isso é o que contamina."

PLANO ESPIRITUAL=PEQUENOS ESCLARECIMENTOS POR TIA NEIVA




PLANO ESPIRITUAL

Tia Neiva, nossa Mãe e Mentora teve grande preocupação em nos deixar tudo bem esclarecido para que nós, seus filhos, não precisassemos passar pelo que Ela passou e nem nos perdemos na ignorância e no desconhecimento das coisas. E, assim, temos conhecimento dos fatos da Vida Espíritual e da existência do Plano Astral. Por exemplo, em suas "andanças" com Humarran, ela observou e nos relatou na 2ª Carta da Corporação de Mestres Adjuntos sobre o "Sono Cultural", , Ponta Negra e outros conforme transcrevo abaixo:
1- Sobre o Sono Cultural:- Assim ensinou Humarran à Tia: " E o Sono Cultural, filha? Lá édito tudo o que o Homem precisa saber. Inclusive vem num lar decente. Com pais que ensinam a moral. Não há necessidade de erro. TODOS TEM UMA OPORTUNIDADE.  Em cada canto tem alguém ensinando alguma coisa.

2- Vale Negro- Lá tinha comícios de todo jeito. Gente eufórica, maldizendo e vibrando em outros aqui na Terra. Um triste espetáculo. Aquele trabalho constante. Grupos enormes fazendo Abatás. Outros emitindo aqueles enormes sermões...

3-Legião de Mestre Lázaro- Uma das coisas mais bonitas que vejo ultimamente são os Cavaleiros  Caçadores da mesma Legião de São Lázaro. E, acredite, mu filho, estamos chegando o tempo dos Caçadores. Mas para chegar este tempo é preciso a ABATÀ dos Caçadores. É preciso que o jaguar conheça  bem os seus sentimentos, suas vibrações e se desarme contra os seus vizinhos...

4- Grande Yumatã- É o lugar no canal Vermelho que de 4 em 4 horas muda a iluminação aqui.

5- A Torre dos Grandes Oráculos-  Ao longe via a Torre dos Grandes Oráculos destinados a esta obra. Obatalá na força de Simiromba e Apará nos grandes poderes de Olorum. Fiquei emocionada com aquele rosário de luzes que envolvia aquele mundo mágico.