4 de dez de 2012

SALVE DEUS...A DIFERENÇA DO VALE SOBRE OUTRAS SEITAS E RELIGIÕES...



Salve Deus !!!


Na Doutrina do Amanhecer não se exige muito de quem quer ingressar. Ao ser entrevistado para pegar sua Autorização para o Desenvolvimento, o médium é esclarecido sobre todos os pontos básicos de nossa Corrente e fica sabendo que três coisas somente deverá evitar, a qualquer custo: usar álcool, tóxicos e cruzar correntes.
Esta é uma atitude muito séria, e aquele que, a qualquer momento de sua jornada infringir a Lei, estará comprometendo a sua vida, porque, pelo seu plexo iniciático, ficará sujeito a graves desequilíbrios físicos e mentais. 
O Jaguar tem consciência de suas responsabilidades e de suas obrigações, dos sérios compromissos que assumiu perante Pai Seta Branca. Também sabe que é um Homem livre, sob o jugo de seu próprio livre arbítrio, que pode sair da Doutrina no momento que desejar, sem qualquer estigma ou dívida.
Por isso, quando chegar à conclusão de que pode obter, em outro lugar ou em outra doutrina, a ajuda que não tem no Vale do Amanhecer, o melhor é se desligar de nossa Corrente e seguir sua jornada, livre daqueles compromissos.
Aquele que pretende ser um Jaguar mas frequenta outras linhas, buscando ser ajudado ou curado, demonstra, apenas, sua fraqueza e sua falta de amor próprio. Está desequilibrando seu Interoceptível e se expondo à ação de irmãos do Vale das Sombras pela perturbação que é gerada no seu Sol Interior. 
Conforme disse o Mestre Tumuchy, “a participação do médium em nossa Corrente não é uma simples formalidade. Ela funciona nos vários planos do médium e ele sintoniza com forças desde o plano físico até às várias gamas do plano espiritual. Na verdade, o progresso de nossos médiuns é avaliado em termos de impregnação, de assimilação da Doutrina. Se praticar seu mediunismo por outros métodos, ele não consegue a sintonia necessária e vive desequilibrado.”
Em uma aula, de 21-12-1980, Tia Neiva nos alertou: “Agora, meus filhos, quero que você evitem frequentar casas, igrejas e templos de outros princípios doutrinários, que não são seus. Terreiros!... Evitem, meus filhos, evitem porque, quando chegar a sua hora, ninguém vai lhe acudir. O terreiro é bom para quem o dirige. Para quem é filho dali, é muito bom! Não fiquem cruzando forças!...”
Isso é fácil de entender: por ser altamente científica, a Corrente do Amanhecer não pode ser aplicada por aquele que se envolva em outras linhas, espiritualistas ou não. Sua participação tem que ser exclusiva, e isso se aplica também, como o álcool, a todos os momentos da vida do mestre ou da ninfa. Isso porque, após fazer sua Iniciação, o médium abre seus canais para emitir e receber delicadas energias, ficando inteiramente desprotegido caso participe de outras correntes. Torna-se vítima fácil de espíritos que o quiserem destruir.
É errado pensar que as forças do médium aumentam se somar o que tem na Doutrina do Amanhecer com outras doutrinas. Elas não aumentam e, ao contrário, criam choques energéticos que provocam sérios problemas.
É claro que o médium do Amanhecer poderá comparecer a rituais de outras religiões, como, por exemplo, casamentos, batizados, missas de sétimo dia, bodas de prata, etc. Estar presente, como obrigação social, vibrando com amor para a finalidade daquele ritual, mas sem participar dele, isto é, sem acompanhar as preces e cantos, mantendo-se firme em sua mente. Não poderá ser padrinho (ou madrinha), não poderá incorporar em outras linhas, enfim, não deverá fazer nada que o comprometa.
“Meus filhos, eu quero que vocês evitem frequentar casas que não são suas, isto é, igrejas e templos de outros princípios doutrinários. Terreiros!... Evitem, meus filhos, porque, quando chegar a hora, ninguém vai lhe acudir. O terreiro é bom para quem o dirige, para quem é filho dali, é muito bom. Eu não estou desfazendo dos terreiros! Eu gosto dos terreiros e me dou bem com as pessoas que são de lá – os dirigentes, os médiuns, é tudo muito bacana. Mas, não fiquem cruzando forças! Vocês vão a um terreiro em busca de acertar as suas vidas materiais. Será que conseguem? Se receberem algo, como será no momento do resgate? Nas nossas preces, nos nossos trabalhos, vamos pedir por nossa vida material. Se estiver com alguma carga negativa, trabalhe que se livrará desta corrente. A vida material não precisa nem de trabalho nem de terreiros. Quando estamos assistidos por esta Espiritualidade de Luz, nada nos falta!” 

TIA NEIVA

Nenhum comentário: